suflê de cenoura

O melhor suflê de cenoura do mundo

Um dia desses eu estava de boas trabalhando quando me deu a maior vontade de comer suflê. Lembrei que tinha cenoura em casa e pensei: vou fazer suflê de cenoura pro jantar!

Eu sei que até cozinheiros experientes têm medo de fazer suflê, mas eu juro que não é difícil. É, sim, um pouco trabalhoso – mas nada impossível. E essa receita é ótima porque você pode trocar a cenoura por outro legume, como couve-flor, brócolis, abobrinha, espinafre, palmito… o que quiser! Basta ralar ou picar bem fino e ser feliz.

Enfim: postei a foto no insta e bombou de pedidos de receita. Então, aqui está!

O melhor suflê de cenoura do mundo

Ingredientes
1 xícara de chá de cenoura ralada finamente
1 colher de sopa cheia de manteiga
1/2 xícara de parmesão no ralo fino
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de leite
5 claras de ovo
3 gemas
Sal, noz moscada e pimenta do reino gosto
3 ramequins ou refratários individuais ou 1 refratário médio
Um pouco mais de manteiga e farinha para untar

Primeira coisa: pré-aqueça o forno em 200 graus (médio).

Unte os ramequins com manteiga e enfarinhe. Reserve.

Derreta 1 colher e meia de manteiga numa panelinha. Refogue a cenoura ralada, tempere com sal. Desligue o fogo quando a cenoura estiver levemente cozida.

Junte a colher de farinha e mexa bem. Vai virar uma bola laranjinha, mas não tenha medo. Mexa por um ou dois minutos ate que a cor esteja homogênea, sem pedacinhos brancos de farinha. Desligue o fogo. Com um fouet ou batedor de arame em mãos, acrescente o leite, batendo ate dissolver a farinha que estava grudada – vai ficar um creme alaranjado não muito grosso. Tempere com sal e pimenta e mexa um pouco mais.

Misture o creme não muito quente com as gemas e o queijo ralado, ainda com o batedor. Se o creme de cenoura estiver muito quente, as gemas vão cozinhar e não é essa a intenção. A massa fica um molho meio líquido, como se fosse um molho branco. Tempere com noz moscada e reserve.

Ferva 1 litro de água. Enquanto isso, bata as claras em neve com uma pitada de sal – Atenção para o ponto, esse é todo o segredo do suflê. Copiei do site Panelinha: “Na batedeira, comece batendo as claras em velocidade baixa e, assim que elas começarem a espumar, aumente a velocidade. Quando estiverem bem branquinhas, mas ainda cremosas, pare de bater e faça o teste: mergulhe o batedor de arame na tigela, retire e vire para cima; as claras devem formar uma pontinha que para em pé. Se ela pender para algum dos lados, ainda não está no ponto. Bata mais um pouquinho, pare novamente e, tão logo fique em pé, pare de bater.”

Pegue pouco menos da metade das claras e misture com o creme de cenoura. Em seguida, junte o resto misturando delicadamente, de baixo para cima. Ser delicado é essencial para que a mistura continue cheia de ar – assim o seu suflê vai crescer bem bonito!

Preencha todo o volume do refratário com a massa. Aí você nivela passando uma faca (com o lado contrário ao fio) ou espátula por cima.

Lembra a água que você deixou fervendo? hora de usá-la! Os suflês vão ao forno em banho maria. Você coloca os recipientes em uma assadeira e coloca no forno. Aí, basta despejar a água na assadeira até cobrir a metade do refratário. Dica: não abra mais o forno! O suflê assa por mais ou menos 20 minutos, até ficar douradinho e no ponto. Sirva imediatamente! Pois logo ele murcha – se não murchar, não é um suflê 😉


Warning: stripos() expects parameter 1 to be string, array given in /home/storage/7/0e/30/chezbiessa/public_html/wp-includes/formatting.php on line 3781
Compartilhar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *